• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

Algar Telecom lançará HSPA+ na próxima semana

O grupo Algar Telecom confirmou que pretende iniciar sua operação comercial de banda larga móvel com a tecnologia HSPA+ a partir da próxima segunda-feira, 28. A empresa mantinha testes da tecnologia em dez sites de Uberlândia (MG). Os equipamentos usados pela Algar Telecom na nova rede HSPA+ em banda H são fornecidos pela Ericsson. A Huawei segue como fornecedora nas demais cidades, incluindo Uberlândia, onde o upgrade para HSPA+ deve acontecer entre 2012 e 2013.

Todas as operadoras brasileiras estão testando HSPA+ nos últimos meses, mas a Algar e a Vivo, que também anunciou o lançamento nesta terça-feira, 22, são as primeiras a realizar oficialmente a entrada em operação com a nova tecnologia.

Diretor da Vivo compara crescimento do Vivo Direto ao da Nextel

O Vivo Direto, serviço de comunicação via rádio (PTT, na sigla em inglês para push-to-talk) prestado pela operadora Vivo, tem crescido a taxas semelhantes às apresentadas pela Nextel nos últimos meses. A informação é do diretor de marketing móvel da Vivo, Daniel Cardoso. “O ganho líquido de clientes adicionados a cada mês é comparável ao do concorrente. E isso é importante para a empresa porque, dentro do atual portfólio de planos, essa oferta nos ajuda a oferecer novas propostas de valor aos clientes pós”, diz.

Conforme o executivo, o serviço está disponível aos assinantes desde meados de junho. Portanto, tomando-se como base a declaração de Cardoso, e levado-se em consideração o fato de a Nextel ter 433 mil adições líquidas de clientes no terceiro trimestre deste ano, pode-se estimar que a Vivo

Brasil atinge 231,6 milhões de linhas móveis em outubro

O mercado brasileiro de telefonia móvel encerrou outubro com 231,6 milhões de linhas em serviço. No período foram registradas mais 4,3 milhões de novas habilitações, crescimento de 1,88%, atingindo a marca de quarto maior número de habilitações em um único mês, informa a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De janeiro e a outubro, as operadoras acrescentaram 28,7 milhões de novas linhas às suas bases de clientes, dando ao Serviço Móvel Pessoal (SMP) um crescimento de 14,14% no período. Os acessos pré-pagos somavam 189 milhões de linhas em serviço ao fim de outubro, enquanto a modalidade pós-paga respondia por 42,6 milhões de contratos. Em outubro o Brasil também tinha 37,6 milhões de acessos à banda larga móvel de terceira geração 3G, crescimento de 82,36% em um ano. Teledensidade A teledensidade ao fim de outubro era de 118,62 acessos para cada 100 pessoas, alta de 13,32% em 12 meses. Em setembro o País tinha uma média de 116,51 acessos para cada

Operadoras querem lei federal sobre instalação de antenas celulares

As operadoras móveis brasileiras querem que seja criada uma lei federal que regulamente a instalação de antenas celulares nas cidades. O assunto está sendo tratado pelo SindiTelebrasil, entidade que representa as companhias, em conjunto com o Ministério das Comunicações (Minicom). A expectativa é de que o texto tome forma e seja apresentado ao Congresso em 2012. A motivação é acabar com a profusão de leis municipais sobre o assunto, cada uma com restrições diferentes quanto à instalação de torres celulares, tal como a recém publicada no Rio de Janeiro. Calcula-se que haja mais de 200 leis municipais diferentes sobre o tema no Brasil.

Segundo o diretor executivo do SindiTelebrasil, Eduardo Levy, a lei do Rio de Janeiro está longe de ser a mais restritiva do País. Em Campinas, por exemplo, a legisla

ZTE pretende produzir iPhone e iPad no Brasil em 2012, diz prefeito de Hortolândia

Está nos planos da ZTE produzir no Brasil os terminais iPhone e iPad, da Apple, em regime de terceirização (OEM). A informação é de Ângelo Perugini, prefeito de Hortolândia, cidade do interior de São Paulo onde se encontram a fábrica e a sede da ZTE na América Latina. “A ZTE começou a fabricação local em setembro e também quer produzir iPhone e iPad em Hortolândia já para o Natal”, disse o chefe do executivo do município pertencente à região metropolitana de Campinas.

Em evento de cooperação econômica entre Brasil e China, realizado nesta segunda-feira, 31, em São Paulo, a informação foi confirmada por um executivo chinês da ZTE, mas para início de produção em 2012. A ZTE do Brasil, no entanto, desmente a notícia.