• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

TIM entrará na Justiça para continuar vendendo linhas na segunda-feira

A TIM entrará na Justiça para continuar vendendo linhas móveis, após a Anatel decretar a suspensão da habilitação de novos assinantes do serviço. A medida imposta pelo órgão regulador vale a partir de segunda-feira, 23, e deixará a operadora impedida de comercializar seus serviços em 18 Estados mais o Distrito Federal.

Em comunicado, a TIM informou que “vai entrar com um mandado de segurança nesta sexta-feira, dia 20, para não ser forçada a interromper as vendas e ativações de novos chips”. Grosso modo, a empresa pedirá para que seu direito de vender serviços seja preservado até que haja uma decisão final, provavelmente na Justiça.

De acordo com a empresa, a punição aplicada pela Anatel é excessiva e provoca um desequilíbrio na competitividade do mercado. A co

Claro apresenta esboço de plano e Anatel manda reapresentá-lo na segunda-feira, 23

A Anatel exigiu que a Claro detalhe o plano de ação apresentado nesta quinta, 19. De acordo com o superintendente de Serviços Privados, Bruno Ramos, o plano foi um "esboço" e, por isso, foi agendada uma nova reunião com os representantes da companhia na próxima segunda, 23.

"A Claro apresentou um esboço de um plano. Ela fez uma consolidação de diversos planos que eles tinham. É um plano preliminar", disse Ramos na saída da reunião com os executivos da empresa.

O caráter preliminar do plano foi mencionado também pelo presidente da operadora, Carlos Zenteno. "Foi uma prévia que tem toda a informação que é importante eles conhecerem. Eles solicitaram mais detalhamento para indicadores específicos por mês e por Estado e dados de aumento da capacidade de rede", disse Zenteno.

O presidente da C