• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

Criação do plano de banda larga deve ser decidida ainda neste mês

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou-se nesta terça-feira, 2, com diversos representantes da sociedade civil para discutir a criação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). O encontro, que foi precedido por uma reunião técnica comandada pela Casa Civil, ainda não foi suficiente para revelar os detalhes do projeto para muitos dos participantes, mas ainda assim garantiu o apoio da maioria dos presentes. "A reunião foi um sucesso", avaliou o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, ao sair da reunião. "O presidente Lula ficou muito satisfeito e disse que pretende decidir sobre o plano ainda neste mês." Há uma reunião previamente agendada para o dia 10 de fevereiro, onde o presidente Lula deverá decidir se a Telebrás será mesmo a empresa pública gestora da rede pública de banda larga que compõe o plano, se o Estado proverá diretamente o serviço de banda larga e a que preço. As equipes técnicas do

Tarifas de roaming internacional ainda viabilizam mercado de aluguel de chips

chipsA elevada tarifa que as operadoras de telecomunicações cobram para o uso do celular fora do seu país de origem ainda garante a existência da indústria de aluguel de linhas no exterior por períodos curtos. Ou, pelo menos, o aluguel do chip. A Bizcel, de olho nesse segmento, oferece um serviço de aluguel de chips prometendo uma redução de até 80% na conta telefônica durante o período de viagens ao exterior. A empresa tem acordos com diversas operadoras no mundo para o fornecimento de chips pós-pagos, que são, por sua vez, disponibilizados aos seus clientes. Dessa forma, os clientes da Bizcel usam um SIMCard de uma operadora local e, portanto, pagam tarifas mais baratas do que aquelas cobradas pelo roaming internacional. De acordo com Maurício Farias, diretor comercial e de TI da