• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

Cisco contrata Guiando Telecom para Auditoria

A Guiando Telecom foi contratada pela Cisco Systems para auditar seu faturamento de Telecomunicações. O trabalho está sendo realizado em cima de suas faturas recebidas de todas as operadoras e a oportunidade de sucesso no serviço prestado é real.   A Cisco é uma companhia multinacional com mais de 54.000 funcionários em todo o mundo. Sua atividade principal é o oferecimento de soluções para redes e comunicações quer seja na fabricação e venda (destacando-se fortemente no mercado de roteadores e switches) ou mesmo na prestação de serviços.   A Guiando tem o enorme prazer em trabalhar com uma empresa que é destaque em todo o mundo e que mantém como clientes outras organizações que se destacam no Brasil e no mundo. Esta parceria tem tudo para alavancar, ainda mais, a nossa empresa no

Novo cliente da Guiando - AkzoNobel

A AkzoNobel contratou a Guiando Telecom para auditar suas faturas e implantar o Telecom Web Manager em sua planta. A empresa, operando em mais de 80 países, tem unidades na América Latina (Brasil, Chile, Bolívia, Argentina e Uruguai), e é a maior companhia global de tintas e revestimentos e um dos principais produtores de especialidades químicas.   Fornece às indústrias e aos seus consumidores em todo o mundo produtos inovadores e tem uma verdadeira paixão pelo desenvolvimento de soluções sustentáveis para os clientes, sendo uma das líderes dos índices de Sustentabilidade do “Dow Jones”. A marca mais conhecida da holding no Brasil é a Coral Tintas, contudo possui diversos outros produtos de destaque no mercado mundial.

"Fantasmas" ainda assombram debate sobre novo marco legal das comunicações

A proposta do governo de rever o marco legal das comunicações, tocada pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, nem foi formalmente divulgada mas já provoca arrepios em boa parte dos empresários de mídia e telecomunicações do país. Nesta quinta-feira, 16, a Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado Federal promoveu um debate sobre o projeto governamental com a participação de representantes dos diversos segmentos afetados pela reforma. E, mesmo sob um aparente consenso de que uma modernização das leis é mais do que necessária, os "fantasmas" que rondam o projeto voltaram a aparecer em cada um dos discursos empresariais feitos na audiência. A metáfora dos fantasmas, inclusive, foi citada por praticamente todos os debatedores, pró ou contra o projeto. O senador Roberto Cavalcanti (PRB/PB) resumiu as assombrações em uma tríade: a "jamanta", representando o temor de que as empresas de telecomunicações acabem massacrando a radiod

Anatel abre consulta para adiar assinatura dos contratos

Começa nesta quinta-feira, 16, uma consulta pública sobre a proposta do governo federal de adiar para 2 de maio de 2011 a assinatura dos novos contratos de concessão e edição dos planos de metas de universalização (PGMU III) e qualidade (PGMQ). A Anatel receberá contribuições da sociedade por 10 dias, finalizando a consulta no dia 26 de dezembro de 2010. O documento apresentado à sociedade nada mais é do que uma minuta de um aditivo contratual, alterando a cláusula 3.2 dos contratos atuais, onde consta a data de 31 de dezembro de 2010 como prazo para a revisão periódica das concessões. O prazo da segunda revisão já prevista contratualmente, em 31 de dezembro de 2020, não será alterado. O curto prazo para a alteração contratual fez com que a Anatel optasse pelo prazo mínimo regimental para as consultas públicas, de 10 dias. A agenda apertada também fez com que a agência reguladora optasse pelo rito mais ágil na decisão de colocar a minuta em consulta: a votação

Contratos atuais ganharão extensão de prazo e revisão das metas para maio de 2011

Menos de 24 horas depois do encontro com os presidentes das concessionárias de telefonia fixa, o ministro das Comunicações, José Arthur Filardi, anunciou nesta terça-feira, 14, que o governo adiará em quatro meses a assinatura dos novos contratos de concessão. Pelas regras em vigor, a revisão deveria ocorrer até 31 de dezembro deste ano, mas a necessidade de conciliação das metas de universalização propostas pela Anatel para as teles tornou o adiamento inevitável. Filardi estava mais otimista ontem, quando projetou que os problemas envolvendo o Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU III) poderiam ser solucionados em 30 ou 40 dias. Mas hoje, o ministro confirmou que a assinatura dos novos contratos, e consequente edição do PGMU e do Plano Geral de Metas de Qualidade - só ocorrerá em 2 de maio de 2011. O adiamento de quatro meses já havia sido definido em reunião de autoridades do setor com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na semana passa

Embratel e GVT garantem crescimento da telefonia fixa em 2010

Levantamento feito pela Revista TELETIME e pelo Atlas Brasileiro de Telecomunicações 2011 (que circula a partir de janeiro) em cima de dados da Anatel mostra que na telefonia fixa, praticamente todo o crescimento do mercado em 2010 deve ficar restrito aos esforços da Embratel (juntamente com a Net Serviços) e da GVT. A Embratel passou de cerca de 5,9 milhões de acessos no final de 2009 (dos quais 2,56 milhões eram da operadora de TV a cabo Net Serviços) para quase 6,4 milhões no meio do ano(2,75 milhões da Net) e possivelmente chegará perto dos 7 milhões até o final de 2010. Foi um crescimento de mais de 8% no semestre, podendo chegar a 15% no ano. Em praticamente todas as áreas locais (códigos de DDD) onde a Net tem operações de TV a cabo e oferece o serviço de voz Net Fone via Embratel, o marketshare da operadora é quase sempre maior que 15%. Em sete de oito regiões metropolitanas em que a Embratel tem mais de 20% de marketshare (São Paulo, São José dos Campo

Manetoni - Novo cliente em serviço e software

O serviço de Auditoria das faturas e o software Telecom Web Manager foram contratados pela Manetoni - Distribuidora de Cimento, Cal e Produtos Siderúrgicos, situada em Piracicaba/SP e parceira da ArcelorMittal.

A empresa atende cerca de cinco mil clientes dos mais diversos segmentos de mercado: construtoras, lojas de materiais de construção, indústrias de pré-moldados, usinas de açúcar e álcool, fabricantes de estruturas metálicas, calderarias, fabricantes de máquinas e implementos agrícolas, agropecuárias e outros. A Guiando Telecom auditará suas faturas, buscando sucesso no processo e retorno positivo como vem ocorrendo nos demais clientes, e implantará o TWM para auxiliar no contro