• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

Mercado nacional de serviços de telecom deve faturar R$ 180 bi neste ano

O mercado de serviços de telecomunicações deve faturar R$ 180 bilhões no Brasil neste ano, desempenho 8% superior ao registrado em 2011. De acordo com dados da IDC, a América Latina deve faturar US$ 200 bilhões em igual período, com o mesmo percentual de crescimento. A cifra inclui a receita obtida com serviços de voz, dados fixos e móveis e terminais TDM e IP.

“O Brasil hoje representa de 40% a 45% do mercado latino-americano. Com isso, qualquer acontecimento no País é capaz de afetar a região como um todo”, explica o gerente de pesquisas da área de telecom da IDC, Diego Anesini. Segundo projeção da consultoria, em 2015 a América Latina responderá por US$ 240 bilhões de faturamento, o que representará um crescimento acumulado de 40%.

No mercado brasileiro, a receita das operadoras com serviços de voz e dados m&oac

Empresas pedem concatenação de chamadas em 60 segundos, e não em 120 segundos

Em uma consulta pública dominada pela participação de cidadãos, as empresas de telefonia móvel apontaram as complexidades sistêmicas para a implantação da nova regra de chamadas em ligações celulares e sugeriram que a concatenação seja obrigatória para as chamadas efetuadas em até 60 segundos entre os mesmos números. A proposta colocada em consulta pública pela Anatel prevê que a concatenação acontecerá para chamadas destinadas ao mesmo número em 120 segundos.

Segundo a contribuição da Vivo, a regra atual – segundo a qual são concatenadas as chamadas com duração entre 4 e 30 segundos realizadas em até 120 segundos – resulta na concatenação de cerca de 1,5% do total de chamadas de uma operadora. Porém, com a proposta da Anatel, todas as chamadas são pa

Mudança nas regras de tarifação móvel alterarão também planos por minuto

Não serão apenas os planos por chamada alterados pela nova regra de não cobrar por uma nova chamada realizada em até 120 segundos, que a Anatel submete a partir da próxima quinta, 16, à consulta pública. Os planos por minuto, normalmente pós-pagos, também serão alterados no novo sistema.

Hoje, uma chamada é tarifada a partir do trigésimo segundo. Se uma chamada cair a partir do sexto segundo (até o sexto segundo se a chamada cair ou o usuário desligar nada é tarifado) até o trigésimo, ela será tarifada em 30 segundos. Em um cenário onde o usuário faça, por exemplo, três chamadas sucessivas com menos de 30 segundos ele será tarifado em 30 segundos cada uma delas. Com a nova regra, o usuário pagará pelo tempo extato das chamadas sucessivas – desde que elas sejam feitas em até 120 segundos &nd

Grandes empresas formam Comitê de Pagamentos Móveis

A Electronic Transactions Association (ETA) anunciou, nesta sexta-feira, 10, a formação do Comitê de Pagamentos Móveis, um novo grupo de trabalho envolvendo empresas do setor de pagamentos móveis objetivando o desenvolvimento de um marco de trabalho comum.

O grupo reúne pesos pesados da indústria das telecomunicações, como AT&T, Sprint, T-Mobile, Verizon e PayPal. Apesar de competirem entre si, as empresas desejam criar padrões unificados capazes de fazer superar barreiras tecnológicas que afetam a todos. Entre as principais metas do novo grupo estão trabalhar junto com órgãos reguladores para criar políticas públicas relacionadas a pagamentos móveis.

Análise

Movimento com propósito parecido, unindo órgãos governamentais em empresas privadas, vem acontecendo no âmbito do mercado brasi

Câmara dos Deputados analisa mais um pedido de CPI da telefonia

O deputado Antonio Carlos Bacelar (PR/BA) protocolou nesta quinta, 9, junto à Mesa Diretora da Câmara, mais um requerimento para a instituição de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com a “finalidade de investigar as constantes panes no sistema das operadoras de telefonia móvel, fixa e de banda larga de Internet no Brasil".

A lista de assinaturas ainda não está disponível e o gabinete do deputado não tem informações sobre a quantidade de assinaturas que foram enviadas para ser conferidas pela Mesa. Em todo caso, em fevereiro do ano passado, Bacelar começou a colher assinaturas para uma

Introdução do nono dígito em São Paulo envolveu mudanças em mais de 500 sistemas das operadoras

A introdução do nono dígito nos números de celulares em São Paulo foi um evento tão bem sucedido que praticamente não chamou a atenção pública. Mas a operação esconde dados bem mais complexos e desafiadores do que o download de aplicativos para atualização das agendas dos smartphones, como grande parte das reportagens deu a entender.

Segundo dados levantados pela Anatel e obtidos por este noticiário, as operadoras tiveram que atualizar nada menos do que 500 sistemas internos para fazer a mudança, mais de 3,4 mil elementos de rede, envolveu o trabalho de 1,4 mil profissionais e consumiu nada menos do que 1,5 milhão de horas de trabalhos, com investimentos de cerca de R$ 380 milhõe

Compromissos do 4G poderão ser cumpridos com a faixa de 700 MHz, afirma Paulo Bernardo

O ministro Paulo Bernardo revelou nesta segunda, 6, que o Ministério das Comunicações pretende concluir estudos sobre a faixa de 700 MHz até o final do ano e existe a possibilidade de que a faixa seja licitada já em 2013.

“Talvez eles (a Anatel) consigam antecipar para outubro a conclusão do estudo e nós vamos tomar a decisão. Acho que a partir daí, se for definido que vamos fazer, tenho a impressão que num espaço de nove meses a um ano dá para fazer a licitação”, afirma ele.

O presidente da Anatel, João Rezende, que esteve reunido com Paulo Bernardo para tratar do orçamento da agência, confirmou que existe sim a possibilidade de a licitação sair no ano que vem, a depender da decisão do Minicom. “É possível sim, mas precisamos definir a destinação da faixa e depois ainda tem o edita