• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

TIM lucra R$ 101,4 milhões no segundo trimestre

A divulgou nesta terça-feira, 3, o balanço do segundo trimestre do ano, período em que obteve lucro líquido de R$ 101,4 milhões ante lucro de R$ 30 milhões no primeiro trimestre do ano. O lucro do mesmo período do ano passado, entretanto, foi de R$ 313 milhões. A queda se explica pelo aumento da despesa financeira líquida gerada por uma dívida da intelig sem proteção cambial, diz a companhia. O Ebtida chegou a R$887 milhões, um crescimento de 16,1% ano contra ano. A receita líquida de serviços totalizou R$3,31 bilhões segundo trimestre de 2010, um crescimento de 6,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, influenciado pelo desempenho da receita de voz sainte, que cresceu 13,8% na mesma comparação. A base de assinantes cresceu 17,4% ano contra ano, chegando a 44,4 milhões de linhas em junho, com 2,1 milhões de adições líquidas no segundo trimestre de 2010. A base pós-paga chegou a 6,9 milhões de usuários. O ARPU ficou em R$ 24,1, sem alteração em r

Nokia Siemens pretende vender parte de sua ações por US$ 1 bilhão

A fabricante de equipamentos de rede Nokia Siemens Networks (NSN) planeja uma infusão financeira de US$ 1 bilhão em troca de participação minoritária na companhia. Segundo fontes informaram o Wall Street Journal, os fundos de investimentos Silver Lake Partners, TPG, Blackstone, Bain Capital e KKR estão envolvidas no negócio, que pode envolver o controle de até um terço das ações da joint venture entre a Nokia e a Siemens. De acordo com as fontes, ainda não foram realizadas propostas formais e ainda não há certeza sobre o interesse das companhias finlandesa e alemã na transferência de controle acionário. As fontes também não sabem informar se, depois da suposta negociação, a Nokia Siemens continuará sendo gerida apenas por Nokia e Siemens ou se os fundos terão poder de decisão dentro da empresa. Os rumores da venda de um terço do controle acionário vêm ao mesmo tempo em que se especula sobre o fim da própria joint venture. Boatos que circulam no mercado desde o