• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!
image

Lei de proteção de dados pessoais é debatida no Senado, com oposição do setor privado

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal examina um projeto de Lei que trata da proteção dos dados pessoais, o PLS 181/2014, de autoria do senador Vital do Rego (PMDB-PB). Em audiência pública realizada nesta terça, 2, ficou claro que o setor privado é contra o projeto, basicamente porque as regras sobre o tratamento dos dados pessoais coletados pela Internet ou fora dela já existem em diversas outras leis.

image

Brasil tem a quinta maior base de smartphones do mundo

O Brasil tem a quinta maior base de smartphones do mundo, com 89,5 milhões de unidades ao fim de setembro deste ano. O País está atrás apenas de China, EUA, Índia e Indonésia, nesta ordem. Essa quantidade de smartphones representa 32,4% do total de conexões móveis no Brasil. A penetração entre usuários únicos, porém, deve ser muito maior, já que o número total de conexões inclui múltiplas linhas de posse de uma mesma pessoa e módulos de comunicação entre máquinas. A previsão é de que em 2020 a proporção de smartphones sobre a base total do País alcance 72,2%. Os dados constam de estudo da GSM Association (GSMA) sobre a América Latina divulgado nesta terça-feira, 25, durante encontro da entidade em Quito, no Equador.

image

Banda larga móvel no Brasil é a 2ª mais barata entre 15 países, diz SindiTelebrasil

Na banda larga móvel, o Brasil é o segundo país com o serviço mais barato entre 15 analisados pela consultoria Teleco a pedido do SindiTelebrasil. O estudo tem o objetivo de contrapor levantamento semelhante realizado anualmente pela UIT. A diferença é que o estudo da UIT considera os preços homologados pela Anatel, que, na prática, são os preços máximos que as empresas estão autorizadas a praticar. O Teleco, através de pesquisa nos sites das empresas líderes dos 15 países, considera os preços efetivamente praticados.

image

iPhone 6 funcionará como cartão de crédito para pagamentos sem contato

A Apple resistiu a aderir ao NFC por muitos anos, mas finalmente o fez agora lançando o "Apple Pay", um serviço de pagamento sem contato que estará disponível nos iPhones 6 e 6 Plus, assim como no relógio Apple Watch, que poderá ser combinado com os modelos mais antigos da linha de smartphones. O Apple Pay estará disponível em outubro apenas nos EUA com cartões das bandeiras American Express, Mastercard e Visa emitidos pelos principais bancos norte-americanos. O lançamento em outros países acontecerá mais tarde, mas não foi dada uma previsão.

image

Com faixa de 900 MHz e SON, TIM expande cobertura 3G em São Paulo

Após a autorização dada pela Anatel em fevereiro para o uso em caráter secundário da banda E (faixas de 910 MHz a 912,5 MHz e de 955 MHz a 957,5 MHz) para o 3G em São Paulo, a TIM anunciou nesta terça, 2, a ativação de mais de 500 novas antenas utilizando a frequência em 50 bairros da capital. De acordo com a operadora, mais 200 antenas serão ativadas até dezembro em Barueri, Mauá, Osasco, Guarulhos e na região do ABC.

image

Gigantes estrangeiras podem ser alternativa para bancar a Oi em oferta pela TIM

A onda das consolidações definitivamente bate à porta do mercado brasileiro de telecomunicações, um reflexo do que acontece no mercado internacional. Algumas negociações estão públicas, como a oferta de 6,7 bilhões de euros da Telefónica pela GVT e uma possível contraoferta da Telecom Italia (que seria oficializada ainda nesta quarta-feira, 27), e outras ainda entre quatro paredes.

image

BNDES financiará outorgas para destravar licitação do 4G no País

Como já havia feito para alavancar os leilões de concessão de rodovias, o governo federal agora decidiu liberar outorgas no setor de telecomunicações, na tentativa de destravar o leilão do serviço móvel de quarta geração (4G), na faixa de 700 MHz. Ontem, o ministro das comunicações Paulo Bernardo, em entrevista à Agência Reuters, afirmou que o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financiará as outorgas em licenças que devem custar cerca de R$ 8 bilhões para as operadoras de telefonia vencedoras.