• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!
image

Utilização correta do código da operadora (CSP)

Uma pequena “regra” que todos conhecem ao telefonar diz respeito ao uso do código da operadora (CSP) nas chamadas de longa distância. No mercado corporativo, a melhor alternativa é sempre utilizar o código da operadora contratada. Fazer a chamada por outra prestadora normalmente é mais caro, pois utilizam valores de tabela, enquanto que a operadora contratada negociou tarifas, que em média ficam abaixo da metade do valor de tabela.

Diante da possibilidade de evitar esses gastos de forma simples, ou seja, discando o código mais adequado, porque muitas empresas ainda têm gastos desnecessários com o uso de outros CSPs? Se todos sabem que é uma medida simples, como ainda se desperdiçam tantos recursos? A resposta está, mais uma vez, nas falhas de gestão de telecom.

Desde a portabilidade numérica, mudar de operadora não significa obrigatoriamente trocar de números de telefone. Assim, esta troca nem sempre é avisada aos colaboradores da empresa. Os números salvos em telefones corporativos mantêm-se com o código da operadora antiga, o que faz com que os gastos em ligações de longa distância fiquem elevados. Em corporações com grande número de linhas e aparelhos o desperdício é ainda mais potencializado, causando rombos inesperados. A mudança de operadora, que provavelmente visa otimização de gastos, acaba se tornando uma dor de cabeça – sem nem se saber, às vezes, que o problema é de simples solução.

É fundamental informar a todos quando a mudança acontece, evitando este tipo de problema. Neste sentido, como sempre, uma gestão bem afinada simplifica as coisas. Empresas que prezam pelo controle de seu inventário lógico já têm mapeados os números de cada aparelho e os responsáveis pelas linhas, mantendo os dados constantemente atualizados. Desta forma é bem mais simples comunicar a cada um as medidas necessárias quando há mudança de operadora. Após isso, o gerenciamento via softwares de gestão de telefonia poderá identificar as linhas que estão utilizando o CSP de outras operadoras e possibilitar uma comunicação direta aos donos das linhas ou o bloqueio das ligações utilizando outros CSPs.

TWM - Telecom Web Manager

Comentários

Comente você também