• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

Senadores estão preocupados com possível "apagão de telefonia" nos estádios

A instalação incompleta de antenas de rede sem fio nos estádios que sediarão a Copa do Mundo preocupa os membros da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). Nesta terça-feira, 13, os senadores aprovaram requerimento de audiência pública com a Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) para ouvir presidentes de empresas de telecomunicações e o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, sobre o tema. A reunião está marcada para a próxima terça-feira, 20, às 8h30.

O presidente da CCT, senador Zezé Perrella (PDT-MG), comentou a declaração do ministro das Comunicações, na segunda-feira, 12, de que seis estádios ficarão com o serviço de telefonia comprometido. Segundo o senador, no caso do Mineirão, o que impediu a instalação das antenas foi o fato de os administradores do estádio quererem cobrar das empresas R$ 10 mil por mês pelo aluguel de um espaço, em vez dos R$ 2 mil oferecidos.

"Estamos aí às vésperas de uma Copa do Mundo onde se gastam bilhões de reais e por causa de R$ 10 mil por mês, em praticamente metade dos estádios da Copa do Mundo, nós não teremos as antenas para que a Internet possa funcionar a contento. Vai acontecer um apagão na telefonia dentro desses estádios, infelizmente, o que é uma vergonha para o nosso País", disse Perrella.

O senador Anibal Diniz (PT-AC) sugeriu que a comissão entre com uma representação junto ao Ministério Público Federal para que as operadoras sejam obrigadas, sob pena de multa, a instalar as antenas.

A reunião que já estava marcada na Comissão de Meio Ambiente, para tratar da qualidade dos serviços de telefonia, com a presença dos presidentes das empresas de telecomunicações, agora terá também a participação da CCT e talvez da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Os presidentes das comissões convidarão pessoalmente os presidentes das empresas.

"Não queremos nenhum técnico, não aceitamos nenhum técnico. Que venha verdadeiramente o presidente de cada empresa", disse o senador Eduardo Amorim (PSC-SE), presidente da CMA.

Teles

Enquanto isso, no Rio de Janeiro, em palestra no evento Rio Wireless, o diretor do SindiTelebrasil Carlos Duprat culpou a demora nas obras de alguns estádios para a não instalação das antenas indoor. "Não dá para instalar em cima de cimento fresco", disse. São necessárias cerca de 300 antenas em cada estádio. Todas elas são compartilhadas pelas cinco operadoras móveis (Claro, Nextel, Oi, TIM e Vivo). No Maracanã foram 330 antenas.

Com informações da Agência Senado.

Fonte: Teletime

TWM - Telecom Web Manager

Comentários

Comente você também